Lucas Pocay concede grande reajuste aos profissionais da Saúde de Ourinhos

Em reconhecimento ao trabalho dos profissionais que estiveram na linha de frente do enfrentamento à Covid, o prefeito de Ourinhos Lucas Pocay encaminhou novos projetos de lei para a Câmara Municipal, aumentando o salário de diversas categorias.

Os maiores aumentos salariais são para os enfermeiros que, se aprovado, vai passar de R$ 2.930 para R$ 3.809, para os técnicos em enfermagem de R$ 2.351 para R$ 3.056, e para os auxiliares de enfermagem de R$ 1.737 para R$ 2.351.

A valorização segue para outras categorias também. O salário para o cargo de motorista sobe de R$ 1.590 para R$ 2.089 e do operador de máquinas de R$ 1.590 para R$ 2.089. Para o cargo de telefonista, o reajuste é de R$ 1.464 para R$ 1.898 e do pedreiro de R$ 1.464 para R$ 1.898.

Agente administrativo I, agente administrativo II e agente administrativo III também serão beneficiados, passando a receber de R$ 1.464 para R$ 1.737, de R$ 1.590 para R$ 1.898 e de R$ 1.737 para R$ 2.089, respectivamente. O cargo de Assistente Técnico I tem aumento de R$ 1.464 para R$ 1.737 e Assistente Técnico II de R$ 1.590 para R$ 1.898.

Para o prefeito Lucas Pocay, além do reconhecimento, o reajuste integra a política de valorização do servidor. “Desde o início de nossa gestão, estamos avançando nas políticas públicas de valorização dos servidores para melhor atender nossa população. Nosso planejamento é atingir todas as categorias”, disse Lucas Pocay.


Assim como o pai Claury, Lucas Pocay vai ficando marcado como o prefeito que mais fez pelos servidores públicos


Com várias políticas de valorização do servidor público, o prefeito Lucas Pocay vai ficando marcado, junto ao seu pai, Claury Alves da Silva, quando eleito (1993-1996), como os prefeitos que mais fizeram pelos servidores públicos em Ourinhos. Claury ficou marcado pelo 100% de aumento dado de uma vez só em anúncio no antigo Cine Peduti. Durante a sua gestão, a inflação na época foi de 1.600%, e Claury concedeu 3.200% de aumento aos servidores.

Desde o início da gestão, Lucas vem trabalhando para resgatar a valorização e o reconhecimento dos funcionários públicos municipais com melhores condições de trabalho, benefícios, salários, novos concursos, pagamento de abono e até mudança na legislação.

PROFISSIONAIS DA SAÚDE — Nesta semana o prefeito Lucas Pocay enviou projeto de lei, aumentando em 30% o salário de diversas categorias da saúde, em especial, dos profissionais que atuaram na linha de frente no enfrentamento à Covid, como enfermeiros, auxiliares e técnicos em enfermagem. Motoristas, operadores de máquinas, pedreiros, telefonistas, agentes administrativo, assistentes técnico, entre outros, também foram beneficiados.

ABONOS E GRATIFICAÇÕES — Entre 2017 e 2020, a gestão do prefeito Lucas Pocay adicionou na folha salarial o valor de R$ 3,4 milhões em abonos e gratificações natalinas. A medida incrementa a renda dos trabalhadores e é fruto do reconhecimento pelo trabalho bem executado durante os 12 meses do ano.

SEXTA PARTE E LICENÇA-PRÊMIO — A conversão de licença-prêmio em dinheiro gerou benefício de R$ 2 milhões aos servidores que cumpriram o quinquênio em suas funções. A sexta parte no salário foi concedida a funcionários que completaram 20 anos de serviços para a prefeitura. O período necessário para o benefício era de 25 anos.

REAJUSTE SALARIAL — Na comparação com o salário recebido em 2017 e o atual, os servidores públicos receberam, em média, 20% de reajuste. Este valor recompõe as perdas que os índices de inflação do período obtiveram e mantém o poder de compra do servidor. As categorias de trabalho também tiveram valores iniciais atualizados com os padrões atuais, por volta de 50%, como eletricistas, coletores, garis, entre outras.

EDUCADORES VALORIZADOS — A administração municipal pagou a 1.141 servidores da Educação um bônus no valor total de R$ 2,5 milhões. As gratificações por atividades especiais pagas a 460 servidores (cozinheiras, auxiliar de educação infantil e trabalhadores com roçadeiras) foram reajustadas em 14,6% no período. Houve também reajuste de 3,43% no quadro do magistério. Esse ano terá o Bônus novamente.

VALE-ALIMENTAÇÃO E AUXÍLIO SAÚDE — O vale-alimentação também teve reajuste de 14,6% durante a gestão atual e foi incorporado aos recebimentos de 500 servidores, beneficiando atualmente 2.441 pessoas. A prefeitura destinou ainda R$ 161 mil em Auxílio Saúde para todos os servidores públicos. Todas as comissões passaram a ser pagas aos servidores e agora são diretamente atreladas à UVFM (Unidade do Valor Fiscal do Município), cuja quantia é reajustada automaticamente todo ano.

CONCURSOS — A administração municipal realizou um processo transparente de redução e extinção de cargos comissionados (mais de 50% de cortes), e contratou mais de 600 novos concursados. Houve mudança nas regras para funções de confiança, que poderão ser ocupadas apenas por funcionários de carreira. A gestão também está atenta às necessidades de criação de novos concursos, como a criação da primeira Guarda Municipal de Ourinhos que está em andamento.