TJ-SP arquiva denúncia contra Lucas Pocay, prefeito de Ourinhos


Lucas Pocay: alvo de denúncias infundadas e sem embasamento jurídico pelo Observatório Social

Mais uma denúncia do Observatório Social contra o prefeito de Ourinhos, Lucas Pocay, foi arquivada pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo. Desta vez, a Corte inocentou o prefeito de qualquer irregularidade no caso envolvendo a realização do evento Arena Cross no ano de 2017 no município.

A denúncia foi feita na época pelo Observatório Social de Ourinhos junto ao Ministério Público, que instaurou inquérito para investigar a conduta de Lucas Pocay.

No entanto, o Tribunal de Justiça destacou em sua decisão que o prefeito não violou a legalidade em torno da Lei nº 8.666/93, que trata sobre as licitações e decidiu rejeitar os pedidos formulados pelo Ministério Público, comprovando a transparência e responsabilidade da gestão do prefeito Lucas Pocay, em agir dentro da legalidade e do interesse público.

A denúncia infundada e politiqueira apresentada pelo Observatório Social trouxe um enorme prejuízo ao município, já que existia uma grande possibilidade de Ourinhos integrar o calendário anual do Arena Cross.

Além disso, o evento tinha o objetivo de fomentar o turismo na cidade, tendo atraído na época aproximadamente sete mil pessoas de toda a região e fãs do esporte no Brasil, injetando na economia de Ourinhos cerca de R$ 2 milhões.

O Observatório Social de Ourinhos tem acumulado diversas derrotas nos tribunais com denúncias apresentadas contra o prefeito Lucas Pocay sem embasamento jurídico e infundadas, apenas com interesses políticos. Isso tem interferido de forma negativa no desenvolvimento e progresso da cidade.